Daniel Duende é escritor, brasiliense, e tradutor (talvez nesta ordem). Sofre de um grave vício em video-games do qual nunca quis se tratar, mas nas horas vagas de sobriedade tenta descobrir o que é ser um blogueiro. Outras de suas paixões são os jogos de interpretação e sua desorganizada coleção de quadrinhos. Vez por outra tira também umas fotografias, mas nunca gosta muito do resultado.

Duende é atualmente o Coordenador do Global Voices em Português, site responsável pela tradução do conteúdo do observatório blogosférico Global Voices Online, e vez por outra colabora com o Overmundo. Mantém atualmente dois blogues, o Novo Alriada Express e O Caderno do Cluracão, e alterna-se em gostar ora mais de um, ora mais de outro, mas ambos são filhos queridos. Tem também uma conta no flickr, um fotolog e uma gata branca que acredita que ele também seja um gato.

quinta-feira, 7 de junho de 2007

Eu juro que tento...

Eu juro que estava tentando parar de discutir religião -- ao menos nos 'onlines' -- mas vejam só as coisas que me aparecem...

Quem fala o que quer, escuta o que não quer.


Pronto. Respirei fundo. Agora podemos voltar ao trabalho.

4 comentários:

licor de letras disse...

escuta o que não quer
e fica bem quietinho.
típico.
=/

Daniel Duende disse...

É...

Eu acho que peguei meio pesado com a menina. Mas ela pediu. Eu não suporto aquele discurso de "você não conhece a verdade de Cristo".

Aquilo que eles "conhecem" tá muito longe de qualquer verdade, principalmente da de Cristo.

Bem... o que se pode fazer, né? :D

Beijo do Verde.

Dpadua disse...

"Abdicas da própria consciência, e invariavelmente tomarás no cu." (PÁDUA, Daniel. 2007, Editora Imaginários.)

Daniel Duende disse...

É bem verdade. Ajoelhou tem que pagar...

Mas me ressinto dos moleques e das molecas (e dos caras e das minas) que não pediram pra viver num meio como aquele, que não ajoelharam, e pagam... ou tem que pagar (pro padre).

Sinceramente, eu acho que os católicos e protestantes e evangélicos merecem sua religião. Poxa, eles não gostam dela? Então, o problema é deles. Mas tem gente que é vitima destas religiões sem ter tido chance de escolha, de decisão. Isso que é foda.

Se você quer foder sua vida e ser infeliz, o problema é seu. Mas não foda com a vida do outro só porque você não é feliz... se não o problema é de todo mundo.

Palavra da salvação.
Amém. :D