Daniel Duende é escritor, brasiliense, e tradutor (talvez nesta ordem). Sofre de um grave vício em video-games do qual nunca quis se tratar, mas nas horas vagas de sobriedade tenta descobrir o que é ser um blogueiro. Outras de suas paixões são os jogos de interpretação e sua desorganizada coleção de quadrinhos. Vez por outra tira também umas fotografias, mas nunca gosta muito do resultado.

Duende é atualmente o Coordenador do Global Voices em Português, site responsável pela tradução do conteúdo do observatório blogosférico Global Voices Online, e vez por outra colabora com o Overmundo. Mantém atualmente dois blogues, o Novo Alriada Express e O Caderno do Cluracão, e alterna-se em gostar ora mais de um, ora mais de outro, mas ambos são filhos queridos. Tem também uma conta no flickr, um fotolog e uma gata branca que acredita que ele também seja um gato.

domingo, 20 de maio de 2007

Dancem macacos, dancem...

(dica da Nanath)



Além de hilário, é um bom lembrete para quando a gente começa a ver o mundo com olhos muito complicados. As coisas são mais simples do que a gente tenta fazer elas serem, macacada. :)

"And the holy snake said: CUT THE CRAP!!!"

Um comentário:

licor de letras disse...

viciei nesse videozim quando vi..há algum tempo.
é simples assim...

besos cunhado.