Daniel Duende é escritor, brasiliense, e tradutor (talvez nesta ordem). Sofre de um grave vício em video-games do qual nunca quis se tratar, mas nas horas vagas de sobriedade tenta descobrir o que é ser um blogueiro. Outras de suas paixões são os jogos de interpretação e sua desorganizada coleção de quadrinhos. Vez por outra tira também umas fotografias, mas nunca gosta muito do resultado.

Duende é atualmente o Coordenador do Global Voices em Português, site responsável pela tradução do conteúdo do observatório blogosférico Global Voices Online, e vez por outra colabora com o Overmundo. Mantém atualmente dois blogues, o Novo Alriada Express e O Caderno do Cluracão, e alterna-se em gostar ora mais de um, ora mais de outro, mas ambos são filhos queridos. Tem também uma conta no flickr, um fotolog e uma gata branca que acredita que ele também seja um gato.

quinta-feira, 5 de junho de 2003

A cobra preta que mama...

Enquanto tomava um cafezinho na agência do Banco do Brasil em que trabalho ouvi a Maria (a moça que prepara os cafezinhos e nos distrai com histórias durante os lanches) contando algo sobre uma cobra preta. De curioso que sou, me aproximei para escutar o resto. Tratava-se de uma estória onde uma cobra preta entrava na casa de uma mulher que estava amamentando e começava a mamar. Disse ela que "tem muito dessa cobra no nordeste", e que a mesma costuma mamar com o rabo enrolado no pescoço da criança. Se a mãe deixar ela mamar, ela fica saciada e vai embora. Se tentar impedir ela morde o pescoço da mãe e estrangula a criança. Achei tão interessante que resolvi colocar esta (e outras lendas brasileiras) na minha próxima aventura de D&D 3a Edição. O RPG pode ser gringo, mas o mestre é brasileirão. :)

Esta página de lendas de um site de herpetologia menciona a lenda da cobra que mama.

Não dá para dizer que a cobra da lenda seja boba... :)

Love, Blogs, Brazilian Folk Lore, Smart Cobras and Understanding


7 comentários:

Edlania disse...

fiquei sabendo desta historia esses dias. Imagino que seja somente lenda. o que vcs acham?

Daniel Duende disse...

aprendí a nunca duvidar das crenças das pessoas simples. ao contrário de nós, eles não estão preocupados em inventar histórias que são meramente convenientes.

se existe ou não a cobra preta que mama eu não sei, mas tendo a acreditar que existe, assim como tantas outras coisas tidas apenas como lendas pelo mundo afora. Não é porque a nossa tentativa de racionalidade tentou banir para a periferia de nosso imaginário tudo aquilo que não se encaixava que o mundo além das luzes da cidade deixou de existir... :)

dasilvaorg disse...

Minha mãe sempre me contava esta história. Para ela existe mesmo. E pronto.

Daniel Duende disse...

Assim também acredito que seja...

rose disse...

Minha mãe presenciou essa cobra mamando, porém a historia que você contou não está exatamente certa, a cobra mama enquanto a mãe está dormindo e para a criança não chorar por conta sa amamentação interrompida, a cobra muito esperta, coloca a cauda na boca da criança simulando a mama da mãe. repteis são animais bastante inteligentes! mas cuidado como dizia minha vó a cobra não morde criança, só quando a criança aprende a falar e chama o nome cobra

maria do carmo disse...

Vc falou tudo que minha biza e minha vô fala

maria do carmo disse...

Vc falou tudo que minha biza e minha vô fala