Daniel Duende é escritor, brasiliense, e tradutor (talvez nesta ordem). Sofre de um grave vício em video-games do qual nunca quis se tratar, mas nas horas vagas de sobriedade tenta descobrir o que é ser um blogueiro. Outras de suas paixões são os jogos de interpretação e sua desorganizada coleção de quadrinhos. Vez por outra tira também umas fotografias, mas nunca gosta muito do resultado.

Duende é atualmente o Coordenador do Global Voices em Português, site responsável pela tradução do conteúdo do observatório blogosférico Global Voices Online, e vez por outra colabora com o Overmundo. Mantém atualmente dois blogues, o Novo Alriada Express e O Caderno do Cluracão, e alterna-se em gostar ora mais de um, ora mais de outro, mas ambos são filhos queridos. Tem também uma conta no flickr, um fotolog e uma gata branca que acredita que ele também seja um gato.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Sexo, Crimes e Vaticano

Para não dizerem que minto sozinho, Antônio Mello do blogdomello também blogou sobre a dupla personalidade de Bentinho Dez-é-Seis e os problemas eclesiásticos com o "vinde a mim as criancinhas":

"É bom lembrar que, só nos EUA, a igreja comandada pelo papa já teve que desembolsar mais de US$ 2 bilhões para cinco mil casos de abusos sexuais. Não há engano nos números, são cinco mil casos e dois bilhões de dólares mesmo, para livrar da cadeia padres pedófilos. Dinheiro de quem? Dos fiéis. Será que eles apóiam essa utilização de suas contribuições para a “Santa Madre Igreja”?

Mas o curioso é ver que o papa mudou a estratégia da igreja Católica, batendo de frente com a anterior, que sempre fora defendida por um certo cardeal Ratzinger – ninguém mais ninguém menos que o papa antes de ser consagrado.

Ratzinger (o papa Bento XVI, para quem ainda não caiu a ficha) acobertou durante vários anos os crimes dos padres pedófilos, ameaçando com excomunhão quem denunciasse os padres criminosos, brandindo um documento – chamado Crimen Sollicitationis - assinado por ele. O documento dizia que se você fosse molestado por um padre, poderia se queixar ao bispo, ao cardeal, ao papa, mas, se denunciasse o caso à Justiça, babau, seria excomungado."

E não somos só nós que temos "problemas em ver a verdadeira fé e acreditamos em mentiras dos inimigos do Papa" não. A BBC publicou matéria sobre o documento escrito por Bento XVI, quando ainda era um mero mortal chamado Ratzinger, condenando à excomunhão quem denunciasse os abusos sexuais eclesiásticos. Que beleza de sumo pontífice vocês arranjaram, hein?

Ainda na mesma matéria da BBC, podemos ler:
"A igreja católica tem cerca de 50 milhões de crianças em suas congregações.

No ano passado, vários casos de abusos vieram à tona nos Estados Unidos.

Segundo um relatório da igreja americana, ficou comprovado que em todo o país cerca de 4 mil padres foram acusados de abusos sexuais contra 10 mil jovens, na maioria meninos."

Alguém poderia me explicar como 10 mil jovens violentados em um mesmo país podem ser considerados "uns casos isolados"? 10 mil em um universo de 50 milhões é igual a 0,02% (ou uma em cada 5 mil) das crianças das congregações, todas elas violentadas só nos EUA. Imagine no resto do mundo.

O Antônio Mello também cola o vídeo de "Sexo, Crimes e Vaticano", um documentário muito interessante da BBC que fala sobre o tema da pedofilia e seu acobertamento na Igreja. Não surpreendentemente, tentaram também proibir o documentário no Brasil, mas mesmo assim ele foi exibido pela TV Record (pelo visto a briga evangélicos x católicos está começando a dar frutos positivos):


(clique aqui, ou dê play no vídeo acima,
para assistir à primeira parte documentário "Sexo, Crimes e Vaticano")

Segunda parte (de quatro partes) do documentário.
Terceira parte (de quatro partes) do documentário.
Quarta parte (de quatro partes) do documentário.


Quanto tempo vai levar para que as pessoas entendam quão daninhas são estas instituições religiosas para o nosso mundo? Quanto tempo vão levar para abrir os olhos para a corja de criminosos que sempre dirigiu igrejas como a Católica desde o início dos tempos?
(E quanto tempo vai levar para o primeiro carola iludido passar aqui me escomungando, ou dizendo que "eu não conheço a verdadeira fé", sem responder nem se importar com nenhuma das questões que estou levantando?)

O contato de um homem com seu Deus deveria ser livre e pessoal. Como sempre, os atravessadores são apenas um tipo socialmente aceitável de estelionatário. Gente da melhor qualidade, geralmente. Se você não quer ter nada a ver com seu Deus, ou Deuses, é uma escolha sua. Mas procurar mercadores de fé que roubam seu dinheiro, seu tempo, sua opinião e ainda violentam suas crianças (além de causar tantas mortes e destruição no passado) me parece no mínimo sem sentido.

2 comentários:

carola iludido disse...

Você não conhece a verdadeira fé!


[hahahaha, não resisti meu amor =*]

eiabel.lelex disse...

Duende
estava assistindo tv com meu filho Ariel de 09 anos e a reportagem era sobre a visita do papa aos EUA...
pois bem, disse o repórter: O papa será saudado com 21 tiros...
Ariel me olha e diz: tu ouviu mãe? o bush vai fuzilar o papa.
segue o reporter falando que cantaram parabéns pro papa..
arile, comenta novamente: inacreditável, mãe, o bush vai fuzilar o papa e depois vão cantar parabéns. bem coisa de megalomaníaco.

bem, respirei fundo e resolvi perguntar o que era megalomaníaco, e ele me disse que é aquela pessoa que não se acha deus, mas superior a ele, daí tem que fuzilar tudo que é obstáculo, dificuldade, interemdiário prá poder tomar conta de vez do mundo...

fiquei na minha né?

na hora do almoço ele veio com a dúvida de porque o bush recebe os católicos com pompas e honras e manda mandar os mulçumanos...afinal ele sabe que bush é evengelico, protestante, daqueles que chutam e queimam os santos...

carinha, eu fico cada dia mais apavorada com essa galerinha... seja pro bem, ou pro mal.

besos

lele