Daniel Duende é escritor, brasiliense, e tradutor (talvez nesta ordem). Sofre de um grave vício em video-games do qual nunca quis se tratar, mas nas horas vagas de sobriedade tenta descobrir o que é ser um blogueiro. Outras de suas paixões são os jogos de interpretação e sua desorganizada coleção de quadrinhos. Vez por outra tira também umas fotografias, mas nunca gosta muito do resultado.

Duende é atualmente o Coordenador do Global Voices em Português, site responsável pela tradução do conteúdo do observatório blogosférico Global Voices Online, e vez por outra colabora com o Overmundo. Mantém atualmente dois blogues, o Novo Alriada Express e O Caderno do Cluracão, e alterna-se em gostar ora mais de um, ora mais de outro, mas ambos são filhos queridos. Tem também uma conta no flickr, um fotolog e uma gata branca que acredita que ele também seja um gato.

sexta-feira, 24 de março de 2006

o que fazemos durante o trabalho quando não queremos trabalhar?
O DPadua faz caricaturas de super heróis com a cara do nosso super-amigo Magnononon. Eu escrevo histórias imaginárias de Changeling. O Metal morde pessoas. :)



Magnon-non-non-non... o Ajax!

2 comentários:

m a g n o n disse...

Duduzinho, eis que após tantos anos pesquiso meu nome no google e encontro isso!
Odeio esses designers e afins que mexem com o infame photoshop.

Com essa cara dessa foto, na cor verde ainda por cima, parece que comi repolho podre com picanha, feijoada e camarão no espeto vendido em praia...

Putz..
Um abraço!

Daniel Duende disse...

Upa upa, meu velho. Como vai?

Lembra-se que esse cartaz ficava colado na parede daquela caverna que vocês chamavam de sala de trabalho? :)

Saudades daqueles tempos. Mas, também, eu sou um coração de manteiga...

Abraços do Verde.