Daniel Duende é escritor, brasiliense, e tradutor (talvez nesta ordem). Sofre de um grave vício em video-games do qual nunca quis se tratar, mas nas horas vagas de sobriedade tenta descobrir o que é ser um blogueiro. Outras de suas paixões são os jogos de interpretação e sua desorganizada coleção de quadrinhos. Vez por outra tira também umas fotografias, mas nunca gosta muito do resultado.

Duende é atualmente o Coordenador do Global Voices em Português, site responsável pela tradução do conteúdo do observatório blogosférico Global Voices Online, e vez por outra colabora com o Overmundo. Mantém atualmente dois blogues, o Novo Alriada Express e O Caderno do Cluracão, e alterna-se em gostar ora mais de um, ora mais de outro, mas ambos são filhos queridos. Tem também uma conta no flickr, um fotolog e uma gata branca que acredita que ele também seja um gato.

sábado, 10 de novembro de 2007

Sem Limites e sem noção.


Zapeando sem rumo pelos canais da recém instalada televisão que agora se assenta em minha sala de estar (sim, eu me rendí! mas só a ligo quando a Patinha me visita), encontrei um programa de auditório (sem platéia) absolutamente sem noção em um canal que nunca havia visto antes. Nele, uma insólita figura loira, usando um terno que bem poderia ter sido doado a um brechó por Sílvio Santos, falava de amor, paixão e amenidades frente a um cenário ao mesmo tempo brega e espartano. Ao final de sua diatribe, ele anuncia a próxima atração:

- "Agora vamos chamar um dos maiores cantores da música brasileira! Vem aí, Ângelo Máximo!..."

Quem!?

É claro que eu tive que sentar e assistir esta bizarrice.

O ilustre desconhecido Máximo nos presenteou com um de seus maiores sucessos em playback, chamado "Domingo Feliz" (Meu domingo /Alegre vai ser / Pois pretendo sair com você / Ye ye ye que dia feliz / De mãos dadas vamos andar / Muitos beijos iremos trocar / Ye ye ye que dia feliz... (quer mais?))

Foi assim que eu descobrí o programa "Sem Limite", apresentado pelo loiríssimo Raul Freixes (algo assim como um Miguel Falabella magro, sensível e que gosta de rosas), e a recém-lançada Rede Brasil de Televisão. Ao longo dos quarenta minutos de programa que eu assistí (sempre informado do horário por um Freixes que não parava de olhar no relógio), eu e Patinha fomos presenteados com algumas das maiores pérolas da televisão brasileira, como:

- "Ãngelo Máximo é uma pessoa muito talentosa e muito humilde, e muito romântico, e muito talentoso e... muito humilde"

- "Os homens andam fazendo mais coisas em cima de seus carros e motos (sic) do que em cima das mulheres"

- "Muita gente pensa que dar rosas a uma mulher é cafona. Não é. É uma amostra da sensibilidade, do amor e da paixão..."

- "Este é o programa Sem Limite, porque nós aqui não temos limites."

- "A seguir... pela primeira vez na televisão brasileira... um LAGARTO!!"

- Raul: "Professor, existe alguma ligação entre os lagartos e as lagartixas?"
- Entrevistado: "Bem, todos eles tem quatro patas e são répteis."

E a maior pérola:

- "Vejam bem! Pela primeira vez na televisão brasileira... opa... o que ele está fazendo? Ele está fazendo cocô. Pela primeira vez na televisão brasileira, um lagarto fazendo cocô!" (câmera dá um close no momento íntimo do largarto defecando sobre a mesa do apresentador).


Agora que eu descobrí Raul Freixes, Faustão virou passado. Ninguém é tão sem noção quanto o loirão! :D

2 comentários:

Bia disse...

Carambá Daniel, esse sem noção é produto com defeito de série aqui do matão, lá de Aquidauana e o dito cujo, depois de se eleger deputado e se meter nas piores falcatruas ainda nos brinca com a bizarrice do sem limites, por essas que cada vez menos chego perto da TV... Beijoca

Daniel Duende disse...

Televisão estraga o olhar, mas dá para dar umas boas risadas dela. O cara pode ser um falcatrueiro de marca maior, mas fica tão ridículo comandando seu programa que até vale a pena ver o cara, se não por diversão, por pura maldade.

O Raul Freixes é provavelmente o pior apresentador da televisão brasileira... e olha que este é um país que já criou Sérgio Mallandro e Gugu Liberato. :)