Daniel Duende é escritor, brasiliense, e tradutor (talvez nesta ordem). Sofre de um grave vício em video-games do qual nunca quis se tratar, mas nas horas vagas de sobriedade tenta descobrir o que é ser um blogueiro. Outras de suas paixões são os jogos de interpretação e sua desorganizada coleção de quadrinhos. Vez por outra tira também umas fotografias, mas nunca gosta muito do resultado.

Duende é atualmente o Coordenador do Global Voices em Português, site responsável pela tradução do conteúdo do observatório blogosférico Global Voices Online, e vez por outra colabora com o Overmundo. Mantém atualmente dois blogues, o Novo Alriada Express e O Caderno do Cluracão, e alterna-se em gostar ora mais de um, ora mais de outro, mas ambos são filhos queridos. Tem também uma conta no flickr, um fotolog e uma gata branca que acredita que ele também seja um gato.

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Cansados de pensar?

Fico um pouco perplexo cada vez que vejo um movimento "popular" que se preste a culpar um governo pelos problemas endêmicos do Brasil. Sinto esta perplexidade agora quando olho para movimentos do naipe do "Cansei". Do quê estarão cansados os ditos membros do movimento? Estarão cansados de tentar estratégias mais inteligentes para retomar o poder, ou estarão cansados simplesmente de pensar?

A corrupção, a falta de seriedade administrativa, a canalhice -- estes são todos problemas endêmicos do Estado Brasileiro, e não são culpa ou luxo exclusivo deste ou daquele governo. Para quem não se lembra, a corrupção e a incompetência estatal brasileira não começou no dia em que começou o primeiro governo Lula. Antes disso, já nos tempos do Fernandinho Collor, usava-se da tal corrupção (e da pretensa luta contra a mesma) para se eleger bonitinhos empoados amigos da pequena burguesia. Para quem tem boa memória, nosso estado não era menos corrupto nos anos Sarney, como também não o foi -- definitivamente -- nos tempos de Fernando Collor ou nos anos Itamar. A corrupção e a incompetência do Estado Brasileiro não foi menor nos anos FHC, e não se tornou maior agora. A única diferença, para quem não sabe, é que agora existe um interesse maior da imprensa em noticiar todos os erros e descalabros do Estado, já que não é mais a velha oligarquia que está mamando nas tetas deste. É puro chororô da direita desmamada, magoada com o povo infiel que não continuou votando nela. E vocês ainda acreditam nesta palhaçada?

Se por um lado a ladainha da imprensa marrom é irritante, por outro tem até sua utilidade. O sentimento de irritação cultivado no povo tem pressionado o governo a perseguir culpados e moralizar sua máquina, mesmo que a passos lentos. Nenhum governo foi tão pressionado no Brasil quanto este -- e nem poderia ser, se a imprensa brasileira não o quisesse tanto quanto quer agora. O fato é que aos poucos se começa a olhar com mais clareza para a dimensão da podridão e despreparo de nosso Estado e de nossas instituições, e isso é bom. O que é péssimo é que tem gente que, por só agora entender que o buraco é mais fundo do que se pensava, acha que a culpa é do presidente Lula e seu governo.

Acorda pra vida, gente cansada! Este é o seu país, e este é o Estado que você e seus pais cultivaram. Se só agora você está percebendo o que aconteceu o tempo todo pelas suas costas, que tal lutar por melhorias em vez de engrossar a voz dos idiotas que querem transformar os problemas do Brasil em artefato eleitoral? Se nas próximas eleições a velha direita voltar ao poder, o Brasil vai parecer um lugar bem mais sério, mas isso estará longe da verdade. Isto se deverá apenas ao silêncio da mídia, e aí a merda vai começar toda novamente.

Então, meus caros cansados. Se estão cansados de tanta corrupção e descalabro, saibam que eu também estou. Mas eu morro de preguiça também de ver a capacidade que alguns jornalecos e revistinhas semanais tem de fazer uma parcela do meu povo virar as costas para a própria razão e perseguir os culpados escolhidos pelo editorial da vez. Se estão cansados de corrupção, estamos juntos. Mas se estão simplesmente cansados de pensar, boa sorte.

Eu estou cansado da direita brasileira e da mídia marrom que limpa suas privadas e despeja a merda sobre o público. E você? Está cansado do quê?

2 comentários:

Feiticeira disse...

Quadno eu recebi o tal e-mail-corrente-pra-frente, eu li e exclui.
Concordo em quae tudo que voce escreveu. O "quase", fica por conta do tamanho o buraco onde está deitada em "Berço Explêndido" a imoralidade deste Estado Brasil. Para mim, a coisa já começou errado desde o descobrimento. Portugal mandou para cá toda a escória de lá para fazer escola e história aqui.
O resto foi "aperfeiçoado" com base numa deturpada visão de democracia.
O resto, o resto do tacho deles é balela, o resto do nosso tacho é espera e a não-alienação.
Que acho, é o que nos salva, e não nos deixa cair "Cansados" em correntes como "Cansei".

Marcelo Terça-Nada disse...

Oi Duende,
Você já viu que estão rolando algumas paródias do cansei na web? Tem um blog que adorei chamado Cansei! Tô cansadinho. Escrevi sobre ele lá no Vírgula-imagem: Cansei!.
O endereço do blog-paródia é:
www.tocansadinho.blogspot.com

Abraços,
Marcelo